28.2 C
V Redonda
28/02/24
HomeBrasilJornais pelo mundo repercutem soltura de um ladrão

Jornais pelo mundo repercutem soltura de um ladrão

Date:

Related stories

O Facebook e a lucrativa indústria de “verificação” de fatos

Duas das universidades mais poderosas da Austrália e um gigante tecnológico multibilionário estão liderando campanhas para silenciar a cobertura noticiosa do Voice para influenciar o referendo, escreve Jack Houghton.

Violações sexuais contra crianças crescem quase 70% no Brasil

Sinais sutis como agressividade, falta de apetite e isolamento...

‘Fiquei apavorada’: ex-nadadora da NCAA diz ter sido agredida fisicamente por ativista transgênero

Riley Gaines, ex-nadadora da National Collegiate Athletic Association (NCAA)...
spot_imgspot_img

Hoje realmente o STF mostrou que são os 11 ministros da nossa Suprema Corte que mandam no Brasil.

Depois de anos saqueando o país, Lula tinha sido julgado e condenado, não que estivesse preso, mas era um condenado. Mas um ministro, apenas um ministro, anulou todas as condenações dele e agora ele esta livre.

E essa vergonha não passou despercebido pelos principais jornais pelo mundo.

A Reuters escreveu: “Juiz do Brasil anula condenações de Lula, abre portas para disputa de 2022”

Já o The New York Times estampou: “O ex-presidente ‘Lula’ do Brasil pode concorrer novamente ao cargo após processos judiciais são arquivados”.

O Clartín escreveu: “Para a corrupção Brasil: todas as sentenças contra Lula da Silva são anuladas e ele poderá se candidatar novamente.”

E o El País disse que “Juiz do Supremo Tribunal Federal anula as sentenças contra Lula da Silva e pode ser candidato às eleições”.

E eu lhe pergunto: como explicar o ocorrido à um amigo de outro país? Não tem como sem passar vergonha!

E hoje foi o dia da vergonha para nós, brasileiros honestos!

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here